Para Ler, Ver e Ouvir.

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Séries Exibidas no Disney Channel Brasil que Fazem Falta

"Você nunca viu a Disney assim." assim o canal Disney chegou em território brasileiro, acompanhar o canal da Disney parecia ser o sonho de muita criança do começo dos anos 2000. Aproveitando o Dia das Crianças e que também nos últimos dias foi anunciado que a Netflix incluiria algumas séries de sucesso originais do Disney Channel. Fui olhar a lista incluídas e vi poucas séries realmente atrativas (mesmo sendo da geração que cresceu assistindo ao canal). Daí me bateu a vontade de reunir em uma lista séries que realmente eram boas e mereciam uma reprise e que acabaram sendo esquecidas ao longo dos anos. Acredito eu que a maioria dessas séries não são originais do canal, isso acaba dificultando ainda mais a reprodução delas atualmente. Então, são séries juvenis que foram ao ar nos primórdios do Disney Channel Brasil e que realmente fazem falta. Talvez ninguém lembre, mas quero deixar aqui registrado.

O Disney Channel Brasil apresentava uma mesclada de programação original dos próprios estúdios e adquirida (sim, aquelas produções estrangeiras de produtoras independentes ou séries australianas, canadenses ou francesas), inclusive desenhos animados, séries e comédias para toda a família, filmes animados Disney, filmes não animados que possuem o selo Disney, especiais musicais (geralmente destinada a cantores e bandas pops que estavam no topo das paradas da época), e outros tipos e programas ao vivo marcaram a programação do canal em seus primeiros anos.

12 Séries Exibidas no Disney Channel Brasil que Sinto Falta

Começo com um dos maiores guilty pleasures da minha adolescência, Lizzie McGuire xD

1. Lizzie McGuire 
(Lizzie McGuire)

Começo com uma produção original do canal, Lizzie McGuire. Interpretada por Hilary Duff (ela era meio que uma das artistas teens em alta daquela época, tudo que fazia as crianças gostavam). Lizzie McGuire é uma garota de treze anos que atravessa o turbulento mundo da adolescência, abordado nesta série com tecnologias originais e um personagem animado que é o porta-voz do universo interior de Lizzie.

Com um enredo para conquistar o publico adolescente, conhecemos Lizzie, Gordo e Miranda, três amigos que vivem o cotidiano na escola. Não é difícil identificar o seriado com sua vida pessoal, graças aos temas abordados e como Lizzie os enfrenta no dia-a-dia. A série foi produzida em 2001 e foi ao ar até 2004. Uns dos grandes diferenciam dessa série é a Lizzie ter uma versão animada em SD (super deformada) que faz o papel da mente da personagem, dizendo na tela o que realmente pensando. Talvez seja uma das mais conhecidas séries dessa lista, pois foi ao ar também no SBT e teve um filme que uma vez ou outra aparece na Sessão da Tarde.

Lizzie McGuire
Enquanto Lizzie enfrenta os conflitos próprios da adolescência, seu alter ego representado por um personagem animado, revela seus pensamentos e sentimentos mais íntimos. Uma série divertida e original, Lizzie McGuire atravessa um dos períodos mais importantes e difíceis da vida: a adolescência. Ter de lidar com uma mãe que se mete demais em sua vida, um pai que é completamente desorientado com adolescentes na casa, um irmão que não pára de se meter em encrencas e com seus inseparáveis amigos Miranda e Gordo, que sempre a colocam em alguma confusão.

Graças aos comentários de seu alter ego – representado por um personagem animado – ficamos sabendo o que Lizzie pensa e sente e assim podemos compreender mais profundamente o tipo de emoção que atravessa uma menina da sua idade. A Lizzie em desenho sente e sofre, assim como seu par de carne e osso. Por ser uma animação, expressa seus sentimentos de vários modos: pode derreter, explodir ou voar em uma bolha. Combinando meios cinematográficos, digitais e de animação, cada episódio desta série original examina, com estilo singular, as experiências de uma adolescente.

2. Phil do Futuro 
(Phil of the Future)

Mais uma série original do canal. Se você era viciada no Disney Channel quando era criança, já deve ter assistido a algum episódio de Phil do Futuro, aquela série sobre uma família futurista que ficava presa no presente após uma pane em sua máquina do tempo.

O ano é 2121. Comida em tubos e viagens no tempo por meio de uma máquina são comuns na vida da família Diffy, composta pelos irmãos Phil (interpretado por Ricky Ullman), Pim e seus pais, o engenheiro Lloyd e a dedicada dona de casa Barbara. Para uma família do futuro, a modernidade nada mais é que rotina. Phil e a mandona Pim têm vários amigos e frequentam normalmente a escola. Tudo parece muito tranquilo até que a vida dos quatro muda completamente durante uma das viagens pelo tempo. Em um passeio pelo passado, a máquina apresenta defeito e simplesmente se decompõe, e a família se vê, de repente, presa em 2004 — o presente, na época da série.

Assisti em meados de 2005, alguns episódios aleatórios e gostei. Vale a pena entrar na lista também. Combinando efeitos especiais com diálogos que descrevem as situações do cotidiano era a premissa da série.
Phil do Futuro
O que era para ser apenas férias normais torna-se em uma nova vida. Os Diffy, ao mesmo tempo em que tentam arrumar uma maneira de conseguir voltar para casa, no futuro, precisam se adaptar ao presente e esconder de todos suas verdadeiras identidades, fingindo ser uma família normal do início dos anos 2000. Porém, com tantas diferenças — e coloca aí mais de 100 anos -, não seria uma tarefa nada fácil.

3. O Jeito da Caitlin
(Caitlin's Way)

Agora uma que curtia muito: O Jeito da Caitlin. A passagem de Caitlin Seeger (interpretada por Lindsay Felton) pela adolescência será ainda mais complicada. Depois de esgotar os recursos do sistema de adoção juvenil de sua cidade, Caitlin Seeger só tem duas alternativas: ir para uma instituição para menores ou mudar-se para um povoado rural isolado para viver com seu primo Griffen e os pais dele. Caitlin, é uma moça inteligente e sensível de 14 anos mas com aparência e temperamento rebeldes, descobrirá que precisará mudar seus costumes cosmopolitas para se adaptar ao povoado de High River, onde manadas de cavalos selvagens ainda pastam e onde as pessoas gastam seu tempo para conhecer e confiar em recém-chegados.

O Jeito de Caitlin

Já falei da série aqui no blog, em Minhas Memórias de Séries. Interessante mencionar aqui que não é uma produção do Disney Channel, mas sim da sua concorrente, a Nickelodeon. Mas não sei como, foi ao ar no Disney BR, vai saber, né? Enfim, sinto falta da série.

4. Mano a Mana 
(Even Stevens)

Alguém aí lembra de Mano a Mana? Difícil, hein... Uma série original do canal. A série mostrava o dia a dia da família Stevens, com destaque para a relação entre os irmãos mais novos, Ren e Louis. Daí o nome da série no Brasil. Estrelando Shia LaBeouf e Christy Carlson Romano.

Mano a Mana

Em Mano a Mana, uma série de comédia original do canal, você vai conhecer a família Stevens. Eles são a típica família bem-sucedida: o pai é um grande advogado, a mãe é senadora, o irmão mais velho é um superatleta e a irmã Ren (vivia por Christy Carlson Romano) é, vamos dizer, uma estudante modelo, perfeita cidadã e vizinha. Muito impressionantes essas combinações genéticas, não? Do outro lado do espectro genético dos Stevens está Louis (vivido por Shia LaBeouf), o caçula. Na verdade, ele tem um talendo impressionante para o humor e o sarcasmo, mas não quer nada – além de brilhar através da sombra que o sucesso de sua família faz sobre ele. Claro que este nobre objetivo não seria tão provocativo quanto é se não houvesse um certo conflito, exatamente entre Louis e Ren. Os dois nem sempre se olham nos olhos, mas eles sabem que esses anos de colégio não seriam recompensadores se não fosse esse toque de rivalidade. Apesar de serem totalmente opostos, eles descobrirão, gostem ou não, que podem aprender muito um com o outro.

A interação entre Ren e Louis era muito boa, e os dois pareciam ter um carinho genuíno um pelo outro, apesar das diferenças entre eles. Com o grande sucesso da série, foi feito o filme "Mano a Mana: O Filme" foi lançado no dia 14 de Junho de 2003, sendo a continuação da série. Infelizmente não e reprisada atualmente.

5. O Mundo é dos Jovens
(Boy Meets World)

Uma série não original do canal. O Mundo é dos Jovens foi uma das séries de maior sucesso na TV mundial, marcando uma geração. A série explorou a forma como a família, os amigos e os professores influenciam a vida a partir da perspectiva nova e graciosa de um jovem adolescente. Abordando os valores familiares, a importância da amizade e do respeito aos superiores de forma inteligente e engraçada.

Alguns episódios abordavam temas mais sérios, como a importância da denúncia de maus-tratos à crianças, o consumo de bebida alcoólica entre jovens e o abandono de menores.

O Mundo é dos Jovens

O rosto entrega: antes que você se pergunte, Ben Savage é mesmo irmão de Fred Savage, o inesquecível Kevin Arnold da série "Anos Incríveis". Ben protagonizou "O Mundo É dos Jovens", seriado do Disney Channel.

Ele é Cory, um jovem que encara a adolescência e todo o pacote de problemas e descobertas envolvido nessa fase da vida. Junto a seus amigos e sua namorada, Topanga, Cory encara os desafios de crescer com bom-humor, apesar de não ser muito popular na escola e ter inimigos da pesada, como Harley, Joey e Frankie.

Enquanto Cory comicamente busca os respostas para suas diversas perguntas sobre seu crescimento, seu professor, sua família e seus amigos só confundem assuntos perante suas próprias perspectivas e comportamentos estranhos. O professor sabe-tudo de Cory, Mr. Feeny por coincidência é também seu vizinho – e o relacionamento tumultuado deles, dentro e fora da sala de aula, sempre ensina a eles dois uma lição. O irmão mais velho de Cory, Eric, recentemente descobriu que as meninas não são tão terríveis – o que Cory acha impossível, e a sua irmãzinha de cinco anos Morgan está atenta a todos os seus atos! Para completar os pais de Cory ainda se beijam em público e vão a concertos de Rock! O que Cory pode fazer, além de juntar forças com seu melhor amigo Shawn e enfrentar o mundo de frente.

Estando ele arrumando confusão para a CDF da classe, Minkus, ou aprontando alguma com seu professor, as interpretações da vida de Cory faz desta série altamente cômica e alegre com todos os elementos de um sucesso absoluto. Assim como no Disney Channel, a série esteve em exibição por bons anos no SBT.

6. As Visões da Raven
(That's so Raven)

Uma série original do canal e a de maior sucesso também deles e com certeza a mais conhecida dessa lista. Raven Baxter (interpretada por Raven-Symoné) poderia ser uma típica adolescente, se não fosse pela excepcional inteligência e a estranha capacidade de prever o que vai acontecer nos próximos cinco segundos. Esse dom peculiar causa mais problemas na vida de Raven do que poderíamos imaginar. O inconveniente é que as visões que ela tem sobre o futuro próximo não vêm com todos os detalhes, e sua imaginação acaba preenchendo esses pequenos buracos negros em suas premonições, causando, na maioria das vezes, conseqüências inacreditáveis. Só sua família e amigos sabem desse dom. Eddie e Chelsea são seus melhores amigos e eles acompanham Raven nas suas aventuras mais cômicas e inesperadas. 

That's so Raven

O sucesso foi tão grande que ganhou dois spin-off, Cory na Casa Branca e atualmente o Raven's Home, a história das duas como mães (Raven e Chelsea) recém-divorciadas morando juntas na mesma casa com os seus filhos.

7. Família Dinossauros
(Dinosaurs) 

Uma série não original do canal. É um verdadeiro clássico! Família Dinossauro foi uma série produzida pela Disney em parceria com a Jim Henson Productions e a Michael Jacobs Productions que mostrava o cotidiano da família Da Silva Sauro, vivendo em uma sociedade dominada pelos grandes répteis, onde o cotidiano era o pretexto para inúmeras críticas e sátiras à sociedade e aos costumes da classe média.

Com tecnologia de ponta, fantoches realistas e um fabuloso humor pré-histórico, esta série narrou o dia-a-dia de uma família insólita de dinossauros, passando pelas mesmas desventuras vividas pelo homem moderno.

Familia Dinossauros

O ano é 60.000.003 a.C. e os Sauro são uma família de dinossauros muito evoluídos e civilizados. Esta família singular é composta por Dino da Silva, um megalossauro operário de 43 anos; sua esposa Fran, uma elegante alossauro da sociedade; e seus filhos, o visionário Bobbie e a loquaz Charlene, de 14 e 12 anos de idade, respectivamente. Baby, um recém-nascido exigente e curioso e Vovó Zilda, mãe de Fran (que vive discordando de Dino), completam o clã. As situações enfrentadas pelos dinossauros, como uma visita a um analista ou as dificuldades de cuidar de um recém-nascido se convertem em paralelos engraçados de nossa própria sociedade.

Foi um sucesso mundial. O último episódio chamado de “Mudando a Natureza”, foi censurado em vários países por retratar o início da Era do Gelo e o fim dos dinossauros, sendo considerado cruel e impróprio para o público infantil. Eu assisti e não achei nada demais. Não tirou o encanto da série, apesar do episódio ser realmente triste. Atualmente é a única série da lista que está no ar, com uma reprise no canal Viva.

8. Ninguém Merece
(Mortified) 

Mais uma série não original do canal. 'Ninguem Merece' tão antiga quanto as outras, porém já foi tirada do ar faz anos. Taylor Fry é uma garota dinâmica, inteligente, valente e com muita atitude. Mesmo assim ela se sente sozinha, ela é diferente do resto de sua família, é a ovelha negra da escola, e na vizinhança todos são mais "perfeitos" do que ela. O que torna Taylor uma menina única é sua imaginação sem limites. Pressionada pelo mundo que a rodeia, ela se isola em seu rico universo interior onde os animais falam, as múmias egípcias ganham vida, seu nariz cresce como o de Pinóquio e ela  conversa com São Francisco de Assis. Em meio a todas essas divertidas aventuras, o poder da imaginação de Taylor nunca deixará de surpreender a todos.

Mortified

Taylor Fry não uma família muito tradicional, mas tem amigos que são muito presentes na vida dela. Taylor vive uma vida cheia de dramas comuns entre os adolescentes, primeiro amor, vergonha de seus pais e muito mais. Mesmo assim ela se sente sozinha, ela é diferente do resto de sua família, é a ovelha negra da escola, e na vizinhança todos são mais "perfeitos" do que ela. O que torna Taylor uma menina única é sua imaginação sem limites. Pressionada pelo mundo que a rodeia, ela se isola em seu rico universo interior onde os animais falam, as múmias egípcias ganham vida, seu nariz cresce como o de Pinóquio e ela conversa com São Francisco de Assis. Em meio a todas essas divertidas aventuras, o poder da imaginação de Taylor nunca deixará de surpreender a todos. Acho que passava lá por 2007, não lembro bem, mas era por aí. Acho que chegou a exibir na TV Cultura também. Não é tão desconhecida assim.

9. Minha Vida com Derek
(Life with Derek)

Minha Vida com Derek é uma comédia protagonizada por Derek e Casey, dois adolescentes típicos que da noite para o dia se transformam em irmãos quando seus pais se casam.

Mais uma série não original do canal. Minha vida com Derek é uma série bem divertida, fala de uma menina (Casey) que morava numa casa com sua mãe e sua irmã mais nova, ela tinha a vida perfeita (na percepção dela). Derek, também tinha tudo que sempre quis, ele morava com seu pai, ser irmão mais novo e a sua irmã (a caçula). Quando os pais dos dois se apaixonam e decidem se casar, tudo muda. Casey e sua irmã são forçadas a mudar de casa e de escola. E é ai que começa a confusão, Casey e Derek vivem em brigas, e pra completar Casey se apaixona pelo melhor amigo de Derek e a melhor amiga de Casey sempre gostou de Derek.



Mesmo esses dois sempre brigando e querendo se dar bem, a série garante muitas risadas. A série saiu do ar há anos. Mas deixou faltas, era uma das poucas séries de comédia do canal que realmente tinha graça.

10. Thurdestone 
(Thurdestone)

Outra que não é uma série original do canal. Nesta série futurista, filmada em paisagens na Austrália, Noah (Jeffrey Walker) vive numa colônia subterrânea depois que um cometa se chocou contra a Terra, no início do século 21, e destruiu toda a vida sobre o planeta. Acidentalmente, Noah, viaja pelo tempo para o futuro, até o ano 2085. Lá conhece Arushka (Mereoni Vuki), líder de uma turma de meninos chamados Nômades, que combatem o feiticeiro Tao, amo e senhor das minas do poderoso mineral Thunderstone, que chegou a Terra com a explosão do cometa. Noah se transformará de um menino normal em um herói que utiliza sua capacidade de viajar pelo tempo para fazer renascer todas as espécies animais do planeta. 


A produção era australiana assim como algumas outras mencionadas aqui, e que atualmente segue totalmente desconhecida.

11. O Manifesto de Wayne 
(The Wayne Manifesto)

O Manifesto de Wayne é uma outra série infantil televisiva australiana e claro, não é original do Disney Channel. Baseada em uma série de livros de David McRobbie, a série conta a vida de Wayne Wilson, um garoto de 12 anos de idade, mostrando o mundo do jeito que ele gostaria que fosse em contraste com o modo como realmente é.

Tudo começa quando ele muda com sua família para uma casa caindo aos pedaços num subúrbio australiano e vive vendo coisas decide escrever um manifesto para preservar seus direitos. Encontrei um episódio da série, mas em baixa qualidade e em espanhol. Realmente muito rara.

O Manifesto de Wayne
Wayne Wilson é uma espécie de Don Quixote juvenil que tende a tropeçar em situações engraçadas e embaraçosas - então, sozinho, ele as torna muito piores, aí que vem a fonte da maior parte da comédia da série. Em suas desventuras, ele é habilmente auxiliado por seu bom amigo, Squocka Berrington e, ao mesmo tempo, sobrecarregado por sua família - mãe, pai, que é encanador, irmã Charlene e vovô.

12. Sinistro 
(So Weird)

Viajar pelo país investigando fenômenos estranhos faz parte da vida dos protagonistas desta fascinante série ''Sinistro''. Os episódios eram recheados de mapas astrais, viagens pelo tempo, fantasmas,  encontros com extraterrestres e muitos outros mistérios. Era muito bom para esses enigmas a cada episódio!

''Sinistro'' é uma série que explora o mundo dos fenômenos paranormais - tanto os reportados oficialmente quanto os relacionados a crenças e mitos locais. Fiona Phillips, fascinada por tudo que pareça inexplicável, é uma jovem sagaz de 14 anos de idade, aficionada à tecnologia, computadores e páginas da Internet. Fiona e seu irmão, Jack, viajam pelo país num ônibus acompanhando uma turnê de show de sua mã, Molly, uma conhecida estrela de rock. Mas, não importa para onde vão. Fiona sempre encontra algo estranho.

Com o passar dos episódios, principalmente durante a segunda temporada da série os acontecimentos passaram a ter um tom mais pesado e sombrio. Diversos novos acontecimentos começaram a envolver Fiona, assim como os aparecimentos de monstros que até então não faziam parte do espetáculo como vampiros, lobisomens e sereias, entre outros.

Sinistro
Após uma temporada cheia de acontecimentos envolvendo diversos fenômenos com tema bem mais dramáticos, os episódios voltaram a ter um tom mais juvenil durante a terceira temporada, assim como houve uma mudança no elenco, devido a saída da atriz principal Cara de Lizia que interpretava a personagem Fiona, depois do primeiro episódio da terceira temporada.

Para substituí-la uma outra personagem tida como uma amiga da família chamada Annie Thelen (interpretada por Alexz Johnson) foi introduzida. As histórias também passaram a ter um foco diferente das outras temporadas, centralizando-se mais em coisas inimagináveis como, por exemplo, ter a alma sugada e presa numa fotografia e também aparecimentos de ETs, bonecos de voodoo e coisas do gênero. Foi a terceira e última temporada da série.

Lembro que também assisti pela Fox Kids. Era bem legal, mas fiquei traumatizado com a troca da atriz protagonista no meio da série (rsrs). Também saiu do ar há anos.

13. Tarefas Pra Cachorro
(100 Deeds for Eddie McDowd)

Outro seriado da Nickelodeon gringa que deu as caras no Brasil pelo Disney Channel. Conta a história de um menino dominador e rude que é transformado em cachorro como castigo por seu comportamento.

Tarefas Pra Cachorro

Eddie McDowd passou a vida inteira a aterrorizar todas as pessoas, até que num fatídico dia, quando apanha um osso com um poder mágico, amaldiçoa-o, transformando-o num cão.

Para retornar à sua forma original, precisará aprender a ver a vida de forma diferente e realizar 100
boas ações. Eddie McDowd, o valentão da escola, é transformado em cachorro depois que um vagabundo estranho lança uma maldição sobre ele. Para recuperar sua forma humana, Eddie precisará fazer 100 boas ações. O cúmulo da ironia é que o tímido Justin, o garoto novo do bairro e última “vítima” de Eddie, é o único que pode ouvir sua voz humana, quando todos os demais escutam latidos. Embora os dois garotos não pudessem ser mais diferentes, se dão conta de que podem ajudar um ao outro: Eddie ajudará Justin a se encaixar no ambiente da escola e Justin lhe dará algumas lições sobre respeito, caráter e responsabilidade... além de mantê-lo longe do canil municipal!


14. Querida, Encolhi as Crianças
(Honey, I Shrunk the Kids: The TV Show)

Esta extravagante série cheia de ação e aventura inclui máquinas de tempo e raios “encolhedores” e  naves espaciais e encontros com extraterrestres.

Não, não é os filmes, era uma série de TV mesmo e com outros atores! E assim como os filmes, a série mostrou um pai de família atrapalhado faz as mais diversas experiências malucas e sua família acaba sendo a maior vítima de suas criações. A série tem início quando a família Szalinski se muda para Matheson, no Colorado. A cada episódio são impostas novas tecnologias e efeitos digitais para caracterizar a família em variadas aventuras.

Querida, encolhi as Crianças

A série gira em torno do dia-a-dia de um distraído cientista chamado Wayne Szalinski, junto a sua família, composta por sua esposa Diane e seus dois filhos, Nick e Amy. Apesar das boas intenções de Wayne, que constrói uma variedade de invenções, inclusive uma denominada como “Shrink-Ray” (Raio Encolhedor), que faz com que periodicamente a sua esposa, seus filhos e os amigos deles fiquem em tamanho minúsculo, gerando então um drama familiar de encrencas muito engraçadas. A série tem início quando a família Szalinski se muda para Matheson, no Colorado. 

Como sempre, Diane e as crianças servem de cobaias para suas criações. As invenções de Wayne não apenas encolhem sua família mas também a enviam numa viagem através do tempo e do espaço para lugares inimagináveis. Em cada episódio novas tecnologias e efeitos digitais são apresentados, enviando a família para novas aventuras.

15. Amor Fraternal 
(Brotherly Love)

Os jovens irmãos protagonistas desta série, que são irmãos também na vida real, reencontram-se depois de uma longa separação e precisam aprender a conviver como uma família. Uma série cômica com um toque de ternura!

Amor Fraternal era uma comédia familiar que animou minhas manhãs de domingo no SBT e também nas noites do Disney Channel BR. A série conta a história de Joe Roman, um jovem de 20 anos, bonito, apaixonado por motocicletas e que leva uma vida cheia de aventuras. Os pais de Joe se divorciaram quando ele ainda era criança e seu pai, um piloto de corridas, foi embora para formar uma nova família. Joe passou sua infância e sua adolescência com muita mágoa por ter crescido sem a figura paterna por perto.

Amor Fraternal

Um ano após a morte de seu pai, Joe resolve procurar sua madrasta para pedir a sua parte nos negócios da família. Ao chegar na casa de Claire, a segunda esposa de seu pai, Joe percebe que ao invés de uma família hostil, ele encontra um lar cheio de amor e carinho. Claire explica a Joe que não estava mais conseguindo cuidar da oficina e que aos poucos perdeu o rumo dos negócios. Neste momento, Joe percebe que encontrou sua nova família e que ao lado de Claire e de seus dois irmãos mais novos, o atrapalhado adolescente Matt, e o pequeno Andy, metido a cientista e fã de super heróis, ele encontrará todo o carinho que precisa.

O aventureiro Joe assume a oficina de seu pai e ao lado de sua nova família encontra tudo o que estava procurando. Uma série realmente que divertia quem assistia, sinto falta de sitcoms assim. Pena que durou apenas 2 temporadas, merecia mais.

16. Gênio do Barulho
(Smart Guy)

A série centra-se nas aventuras do menino gênio e filho mais novo da família Henderson, T.J. Henderson (interpretado por Tahj Mowry) é um garoto diferente. Com 10 anos, sua inteligência é muito superior à de outros meninos de sua idade, e isso lhe rende um belo ‘prêmio’: T.J. avança, na escola, direto para o colegial, onde passa a estudar com seu irmão Markus. Assim é "Gênio do Barulho", que esteve na grade do Disney Channel por um tempinho.

T.J. pode ser muito inteligente, mas isso não o impede de criar muitas confusões ao conviver com pessoas de faixa etária tão diferente. Esses contratempos deram um tom bem-humorado do programa. Gostava muito!


Gênio do Barulho


Os episódios tipicamente lidam com os erros cometidos pelo T.J. ao tentar se encaixar no mundo dos adolescentes, ao mesmo tempo em que ele é apenas uma criança. Conflitos como esse são comuns nessa série familiar na qual o simpático T. J. tem de lidar com a adolescência mesmo tendo a maturidade emocional de uma criança de 10 anos. Uma comédia cheia de humor e ternura que mostra os esforços da família Henderson para adaptar-se ao gênio da casa.

17. A Bruxinha Atrapalhada
(The Worst Witch)

Série baseada nos livros The Worst Witch de Jill Murphy (publicado a partir de 1974). A maioria dos episódios girava em torno da escola, após as aventuras de Mildred e seus amigos. Meio que um Harry Potter feminino dos anos 90.

Numa academia onde a arte da bruxaria é considerada uma verdadeira profissão e estudos intensos e
grande habilidade são necessários para se formar, uma bruxinha desajeitada está encrencada. Mildred Embrollo (interpretada por Georgina Sherrington) tem 12 anos e é aluna da Academia Cackle, onde as jovens principiantes recebem treinamento para aprender a fazer feitiços, voar em vassouras, criar  encantamentos e misturar poções. Mildred é uma garota adorável mas desajeitada que, apesar de ser muito esforçada, sempre se mete em encrencas. Seus principais desafios serão superar seus próprios temores e aprender a lidar com a pressão e as dificuldades impostas por suas professoras, sem contar com a comida horrível servida na escola! A Bruxinha Atrapalhada ofereceu uma perspectiva simpática da vida de professoras e alunas de um internato muito peculiar.

A Bruxinha Atrapalhada

+

A Bruxinha Atrapalhada: Faculdade Abracadabra
(Weirdsister College)

Ainda baseada nos livros de Jill Murphy, esta divertida série continua a história de uma das bruxas mais atrapalhadas do mundo: Mildred Embrollo, uma jovem de 16 anos com uma grande vocação para bruxa, mas com uma habilidade especial para terminar sempre metida em alguma confusão.

Depois de se formar em uma renomada Academia de treinamento para bruxas, Mildred Embrollo vai estudar na Faculdade Abacadabra decidida a continuar sua formação profissional no mundo dos feitiços e dos encantos mágicos. Com o objetivo de divertir-se e aproveitar sua nova liberdade, Mildred envolve-se em situações insólitas, das quais só poderá sair usando seus talentos mágicos. Mildred Embollo foi aceita na Faculdade Abracadabra, assim que o Departamento de Admissão se dá conta de sua excepcional habilidade para dar vida aos desenhos. Em seu primeiro dia de aula, chega atrasada e tem a desagradável surpresa de ter que dividir o quarto com sua antiga inimiga da Academia Cackle: Ethel Hallow. Mas as surpresas não terminam por aí. Ela ainda descobre que ela terá de completar um último requisito para entrar na Faculdade. Todos os alunos serão submetidos a uma prova chamada "Porta da Humildade" que consiste em atravessar uma porta feita para examinar o passado dos alunos e avaliar a pureza de suas intenções. Ethel Hallow e o misterioso Nick Hobbes entram em pânico, pois ambos têm segredos que não podem revelar. Mildred é a única que pode ajudá-los desenhando e dando vida a um retrato falso de cada um deles. Será que Mildred está disposta a quebrar as regras e colocar em risco sua educação universitária? Assim começa esta nova etapa na história da bruxa mais atrapalhada do mundo mágico. Era divertida e merece ser mencionada aqui na lista.


18. Microsoap

Série infantil da BBC em parceria com a Disney, geralmente ia ao ar nas tardes do canal. Seguia as aventuras do dia a dia dos irmãos Joe e Emily Parker, cujos pais se separaram. Inicialmente, o enredo era a respeito dos problemas de um irmão e uma irmã cujos pais se separaram, mas na segunda temporada ambos os pais tinham novos parceiros e o programa se concentrava na vida familiar em geral. O destaque do programa são os momentos de fantasia bastante engraçados a cada episódio.

Eu realmente não tenho muitas memórias sobre essa série, pois vi pouquíssimos episódios. Mas vale entrar na lista pela nostalgia mesmo da época.

19. Crash Zone

Série que chegou ir ao ar no SBT também nas manhãs de sábado; mostrava a vida de cinco crianças muito talentosas, mas com vidas muito diferentes. Mike, Pi, Marcello, Bec e Ram são espertos, criativos e totalmente diferentes uns dos outros. A única coisa comum entre os cinco é a paixão por computadores, jogos virtuais e a internet. Além disso, todos eles resolvem disputar o trabalho dos seus sonhos. Mike, Pi, Marcello, Bec e Ram, descobrem que podem ser remunerados para fazer um trabalho que amam: testar a nova geração de jogos para computadores.

Crash Zone

Alexandra Davis era a dona de uma pequena empresa de softwares, chamada Catalyst e resolve fazer a maior aposta profissional de sua vida: contratar Mike, Pi, Marcello, Bec e Ram para testarem seus produtos. Os 05 garotos ficam alucinados com a oportunidade de testar e criar jogos de computadores. Mike, Pi, Marcello, Bec e Ram começam a conciliar a vida escolar com a “diversão” do trabalho. O que os garotos não esperavam era a presença de Virgil, um personagem totalmente virtual.

Logo os cinco jovens conseguem o respeito dos adultos do setor de tecnologia, ajudados por um personagem de inteligência artificial hiperativo que ganha a vida graças à magia dos computadores. Então esses cinco gênios se divertem sendo eles mesmos e encontram uma válvula de escape para as pressões do cotidiano causadas por suas famílias, relacionamentos e vida escolar.

Foi uma série que conseguiu me agradar, pois eu sempre gostei de computadores e coisas relacionadas a isso. Infelizmente não se encontra mais nada da série em português, parece que ela nunca existiu ou nunca se quer foi exibida no Brasil. Sinceramente isso é frustrante, mas fazer o que né!?

20. Gente Pra Frente
(Home Improvement)

Considero o Tim Allen a cara de filme natalino da Disney! rsrs. Aqui Tim Allen estrela a série "Gente pra Frente", série que alcançou relativo sucesso nos Estados Unidos, rendendo nove temporadas. De quebra, a comédia lançou a loira Pamela Anderson.

Gente pra Frente

Acompanhe o famoso Tim Allen que, nesta série popular, acha graça de si mesmo e de todos os demais. Ele interpreta Tim Taylor, um homem amante de todos os tipos de ferramentas e projetos caseiros que, com um grande senso de humor, enfrenta as situações típicas da paternidade, a vida em família e a guerra dos sexos. Sempre munido de seu robusto cinto de ferramentas, Tim Taylor (Tim Allen) é um marido moderno e carinhoso, pai de três filhos e apresentador de “Tempo de Ferramentas”, um programa de televisão local sobre reformas caseiras. No trabalho, Tim é o rei do pedaço e cada projeto lhe dá uma oportunidade para brincar com Al, seu ingênuo mas habilidoso ajudante. Em casa, entretanto, sua esposa Jill não hesita em colocá-lo em seu devido lugar quando ele tenta “melhorar” algum equipamento elétrico. Como pais, formam uma frente unificada para educar os filhos, mesmo quando suas opiniões sejam diferentes. Gente pra Frente mantém os telespectadores “pregados” na tela.

Assisti pouquíssimo a série, é mais memorável por conta do próprio Tim, só sei que passou um bom tempo nas noites do Disney Channel, até parar nas madrugadas e sumir da grade.

21. Lloyd no Espaço
(Lloyd in Space)

Dos mesmos criadores de Hora do Recreio, "Lloyd No Espaço" foi uma série do Disney Channel de 2001, e acredito que também exibida no SBT em 2006, que conta a história de um simpático marciano de 13 anos chamado Lloyd, que vive com sua mãe e irmã em uma estação espacial e enfrenta os conflitos que os adolescentes da sua idade costumam passar. Seus esforços para se adaptar ao mundo e realizar seus sonhos de liberdade resultarão em situações cômicas.

Lloyd no espaço explora os dilemas universais da adolescência através da ótica de Lloyd, um simpático marciano que vive numa estação espacial e protagoniza divertidas aventuras. Lloyd vive numa estação espacial junto de seu pai e está atravessando a difícil etapa da vida em que as mudanças em seu corpo lhe causam grande desconforto e ele não sabe o que fazer com as novas sensações que agora experimenta. Seu esforço para se adaptar ao mundo e realizar seus sonhos de liberdade resultará em situações cômicas e divertidas. Uma série educativa que aborda com humor as experiências de um adolescente.

22. Teamo Supremo

Audaciosos, valentes e imbatíveis, eles são o Teamo Supremo, uma animação bem bolada. Um trio diferente de super-heróis que, quando não estão combatendo as forças do mal, estão terminando suas tarefas escolares.

Quando o perigo espreita, Teamo Supremo chega para o resgate. O Capitão Crandall, a Garota do Laço e o Garoto de Patins formam um heróico trio que ao grito de Wu-pah!, Buh-za! e Chi-ka! enfrenta terríveis vilões. Teamo Supremo é uma colorida série animada, repleta de ação, em que três garotos transformam-se em super-heróis e vivem fantásticas aventuras. Crandall, Brenda e Héctor são amigos e estudam juntos na mesma escola, mas quando as forças do mal atacam em algum ponto da cidade, eles se transformam no imbatível trio Teamo Supremo.

Como Capitão Crandall, a Garota do Laço e o Garoto de Patins, batalham contra os mais terríveis vilões, utilizando gritos como Wu-pah!, Buh-za! e Chi-ka! Com seus diferentes talentos e habilidades, enfrentam o Pirata Laser, o Barão Blitz e o perigoso vilão dos dias de aniversário, um palhaço malvado que rouba os presentes das crianças, e muitos outros inimigos do bem. Os heróis sempre vencem, porque eles são o imbatível trio Teamo Supremo.

23. A Bruxinha Sabrina
(Sabrina: The Animated Series)

Entre num mundo de encantamentos, feitiços e muita diversão acompanhado por esta simpática e bem-intencionada bruxinha.Onde quer que vá, ela criará muito alvoroço e conquistará seu coração. Sabrina Spellman é uma linda menina de 12 anos que guarda um grande segredo: ela é metade humana e metade bruxa! Sabrina usa seus poderes mágicos para lidar com as pressões cotidianas de seus amigos, o desejo de estar sempre na moda e os desafios da vida escolar. Embora Sabrina sempre aja guiada por sentimentos nobres e boas intenções, quase sempre precisa mudar os efeitos iniciais de seus feitiços antes que seja tarde demais.

Os únicos que sabem de seus poderes são suas tias bruxas, Hilda e Zelda, seu adorável tio humano, Quigley, sua melhor amiga, Chloe e seu gato travesso, Salem, um bruxo que foi transformado em felino pelo Conselho das Bruxas. A vida de Sabrina é uma aventura mágica que encanta crianças de todas as idades. Desenho animado baseado na série de TV, eu gostava (não vou mentir rs).

24. Hora do Recreio
(Recess)

Um dos meus favoritos, assisti mais no SBT do que no Disney Channel. O sinal toca para esta série animada da Disney, que conta as aventuras diárias de seis crianças da quarta série.

Elas põem à prova sua amizade enquanto se divertem e exploram o pátio da escola durante a hora do recreio. Esta série apresenta histórias divertidas de lealdade, descobrimento, valentia e amizade, contadas do ponto de vista de um grupo de crianças: T.J, um líder leal e otimista; Vince, um esportista com um grande senso de trabalho em equipe; Spinelli, uma menina temperamental e competitiva; Mikey, um grandão doce e bondoso; Gretchen, uma amiga confiável e inteligente; e Gus, um moleque tímido e assustado, mas com um grande coração.

Este grupo de aventureiros de personalidades e características diversas abrirá caminho num ambiente controlado por suas regras e hierarquias próprias, rodeado de oportunidades, competência, perigos e sonhos. Desenvolvida pela mesma equipe criativa que criou a série Os Anjinhos (Rugrats).

25. Ana Pimentinha
(Pepper Ann)

Ser a garota mais popular do bairro traz suas complicações. Principalmente quando às vezes ela é inteligente e segura de si mesma e, noutras, tímida e desajeitada. Bem-vindo ao mundo adolescente de Ana Pimentinha!

Ana Pimentinha

Ninguém disse que seria fácil sobreviver à sétima série da escola, especialmente com uma mãe que lhe envergonha na frente de seus amigos e uma irmã que nunca a deixa em paz. Esta é Ana Pimentinha, uma jovem que se debate constantemente entre um desejo muito forte de ser aceita pelos demais e uma necessidade incontrolável de ser ela mesma. Mas uma coisa é certa: com Ana Pimentinha, a adolescência será muito divertida! Nem sempre consegue o que quer, mas sempre está pronta para o próximo desafio.

Esta série trata os problemas da adolescência de uma forma divertida e educativa, enxergando o mundo através dos olhos criativos e cheios de fantasia de Ana Pimentinha.

26. Doug

Pois é, Doug que era da Nickelodeon, foi pra Disney depois. Continuei acompanhando do mesmo jeito. Sabemos que o Doug é um simpático e cativante garoto de 12 anos que passa por aventuras e desventuras na escola e em seu mundo de adolescente.

Doug

Com sua imaginação muito ativa, Doug o levará a um mundo de fantasia e diversão! Esta série vencedora de prêmios Emmy nos apresenta a Doug, que vive em uma cidade peculiar chamada Bluffington, onde há pessoas de todas as cores: verdes, roxas e azuis, para mencionar apenas algumas. Doug é um sonhador obstinado. Às vezes, sua incansável imaginação o leva a viver situações geniais e superdivertidas mas, na maioria dos casos, significa encrenca.

Por isso, adora sonhar acordado durante as aulas. Não importa o que tenha de enfrentar, Doug sempre conta com seu fiel cachorro Costelinha e seu melhor amigo Skeeter Valentine (que é azul!). E, é lógico, não poderia faltar o amor secreto por sua colega de classe, Patti Maionese, para completar o enredo!

27. A Turma do Fim de Semana
(The Weekenders)


A folga semanal favorita de todos é o tema desta série exclusiva e esquecida do Disney Channel. Nos fins de semana, uma turma descobre novos níveis de diversão enquanto enfrenta as situações típicas da adolescência.

Quatro amigos do sul da Califórnia vivem um fim de semana perfeito. Nesse desenho acompanhamos as aventuras de quatro amigos adolescentes: o Tino, o Carver, a Tish e a Lor. Eles viviam pequenas aventuras geralmente em menos de 4 dias, porque sempre se passavam sobretudo no fim de semana (dã...). Então, como fazer uma boa aventura que se passe em apenas dois dias (sábado e domingo)? Era divertido!

28. Um Menino Muito Maluquinho

Série brasileira na área! O Menino Maluquinho mora em um condomínio junto de sua família e adora brincar nas ruas com sua bicicleta, seu skate e sua pipa.

Além disso, ele adora videogames e televisão. Seu melhor amigo se chama Bocão e Julieta é a garota por quem ele está apaixonado. Junto deles, o Menino Maluquinho vive aventuras muito divertidas e aprende importantes lições sobre amizade, escola e o valor do dinheiro, entre diversos outros aspectos da vida. Eu gostava muito! xD

29. Disney Planet

Disney Planet ofereceu poltronas na primeira fila para assistir à magia de Disney nos seus parques de diversões, filmes, obras de teatro, concertos, eventos especiais e muito mais.

O programa mostrava situações do após cena exclusivas para Disney Planet e apresenta detalhes das atrações mais recentes, das fascinantes montanhas russas em Disneyland Paris até a filmagem de Dinossauro. Todo o espetáculo e a magia de Disney chegam à televisão para acender a imaginação de toda a família. Uma viagem apaixonante por um novo planeta... o Planeta Disney!

Para uma criança do interior e que estava longe de um dia poder visitar os parques... o programa era ótimo rsrsrs.

30. Jane e o Dragão
(Jane and the Dragon)

Uma história comovente que acontece na época medieval. Quem disse que as meninas devem usar vestidos e serem damas delicadas? Jane, uma menina de 12 anos será uma das poucas jovens da sociedade medieval que se revolta contra estas rígidas exigências e prefira a armadura e o cavalo em vez dos vestidos pomposos.

Desde pequena, Jane foi instruída para ocupar o rol que a sociedade preparou para as mulheres, mas ela tem outros planos para o seu futuro. Treinar para se tornar cavaleira do Rei é tudo o que sempre quis, mas deverá enfrentar os prejuízos desta escolha se quiser cumprir seu objetivo. Segura e suficientemente valente é capaz de aceitar qualquer desafio. Jane também sabe dançar e ser encantadora quando alguém a está observando. Mas tão valente como atrapalhada, Jane irá lidar com todo tipo de problema e será graças ao seu amigo o dragão, animado pelo argentino Juan Guiraldes, que ela será uma grande vencedora. No entanto, se for levado em consideração todos os perigos e as mais loucas aventuras que irá enfrentar, ser um cavaleiro armado não será tão difícil quanto se tornar uma adorável menina de 12 anos. Jane demonstra sua valentia, valor e amabilidade em uma série de aventuras que acontecem em épocas feudais.

31. Austin & Ally (bônus)

Para não apresentar apenas ''velharia'' na lista, uma série que me chamou atenção de alguns anos pra cá, foi a comédia Austin & Ally que era até legalzinha em comparação as que estavam no ar. A série segue a parceria entre polos opostos - Austin, um músico/cantor extrovertido, e Ally, uma compositora brilhante, ainda tímida e os seus dois melhores amigos, Trish e Dez.

Me peguei assistindo a série em uma virada de ano (putz...) cheguei em casa e fiquei vendo episódio aleatórios em exibição da série e até que me diverti com esses garotos. Então, adiciono na lista também!

Austin & Ally
Austin ouve Ally cantando uma música e depois acha que foi ele que compôs, gravam-na, criam um vídeo e a postam na Internet. Após isso, Austin torna-se uma sensação local. Quando Trish convence Ally a dizer ao mundo que ela escreveu a música, Austin pede que ela escreva outro hit para ele. Em vez disso, os dois unem seus talentos para criar uma verdadeira equipe musical.

-

Bom, teve outros desenhos que eu poderia mencionar aqui na lista, mas ia estender mais ainda (então melhor não xD).

Como disse, a lista se limita apenas a séries que foram ao ar no Disney Channel versão brasileira. Beleza? Então, foram ótimas séries e com um roteiro que hoje analisando com um olhar mais crítico, era realmente muito bom para o público a qual se destinava. Outra coisa, o Disney Channel tinha uma programação bem voltada também para a família, não necessariamente apenas para crianças. Então, faz falta um canal desse estilo atualmente.

Apesar disso, o Disney Channel não foi meu canal favorito na infância. Mas assim como eu, quem nunca passou algumas horas do dia no sofá de casa maratonando e se divertindo com essas séries e seus personagens? Enfim, há anos não acompanho mais o canal, até porque já cresci, né? Vez ou outra dou uma zapeada, mas realmente nada de atrativo me faz me manter sintonizado no canal, risos. E aí, quem também faz parte da geração 2000 que cresceu assistindo as orelhas do Mickey no canto do alto da tela (ou em baixo também), né? Enfim, é isso. Até mais! 
SHARE:

Nenhum comentário

Postar um comentário

Blog Layout Designed by pipdig