Para Ler, Ver e Ouvir.

domingo, 25 de outubro de 2020

Minha Memória de Séries #54 – Arquivo X

No Memória de Séries, trago aqui Arquivo X, um triller de conspiração e paranoia, que nos ensina a não confiar em ninguém. Ousando mergulhar profundamente na ficção científica se tornando uma referência para outras produções que surgiram tempos depois.

A série mais cultuada da década, Arquivo X fez um sucesso que poucos outros seriados do gênero conseguiram igualar, originando dois longa-metragens e dois episódios na lista das 10 melhores. Aqui no Brasil a série começou em 1993 (dois anos antes do autor desse blog nascer XD), e pode ser vista por anos no canal Fox BR e também pela RecordTV.

O seriado fala de dois agentes do FBI, Fox Mulder e Dana Scully, envolvidos em casos inexplicáveis na área da paranormalidade, ufologia, conspirações do governo, e outros temas não muito científicos, são casos que nem sempre tem explicações lógicas, e por isso recebendo o nome de Arquivo X. O mais interessante é que sempre há um pequeno atrito entre os dois agentes nos episódios, pois cada um tem sua resposta para desvendar os casos. Entretanto, apesar dos atritos, existe algo no ar, um amor platônico entre os dois, muito claro em alguns episódios. A crescente atração entre os dois dá uma dimensão humana ao que, a princípio , é um show de horrores, com lobisomens, mutantes e fantasmas. Houve mais personagens secundários ao longo das temporadas, sugerindo uma grande conspiração para ocultar do público norte-americano a existência de aliens.

Arquivo X


Mulder é obcecado pelo desconhecido, desde que sua irmã foi raptada por extraterrestres quando criança. Ele criou e dirije sozinho o projeto Arquivo X, isso devido a influência de seus "amigos" no Senado. Para evitar que Mulder descubrisse coisas que não devia, o FBI escalou Scully para auxiliá-lo e vigiá-lo.; Porém Scully se tornou sua amiga e cúmplice nos casos do Arquivo X.

Já Scully, é uma médica que por desentendimentos familiares largou a profissão e entrou para o FBI, e foi designada por seus superiores para espionar e acabar com as atividades de Mulder no Arquivo X. É uma pessoa cética e possui um bom senso, mas é aberta às possibilidades, e acredita que tudo têm uma explicação atrás de todos os Arquivos X. Até que um dia Scully é raptada por alienígenas. Logo que volta a Terra sua memória está confusa e ela não sabe o que aconteceu. Porém quando encontra um grupo de mulheres, logo se lembra. Contrai um câncer no cérebro e começa a lutar contra a doença.

Mesmo quem não acredita em nada disso é difícil não se impressionar com os episódios: luz, edição, efeitos sonoros, de figurinos e outros elementos que criaram o ambiente perfeito das histórias bizarras de Chris Carter. Para encarnarem os personagens, David Duchovny e Gillian Anderson foram até as instalações do FBI. Receberam atenção especial dos agentes e técnicos e assistiram a exames de DNA, autopsia, reconhecimento de impressões digitais, entre outros. É devido a isso, a excelente atuação dos dois atores no seriado, se aproximando bastante da realidade.

Episódio clássico:

Temporada 1, episódio 24 ''The Erlenmeyer Flask'': Os agentes têm a chance de revelar uma conspiração governamental e provar a existência de vida alienígena, mas perdem a oportunidade. Este episódio mostra que nenhum dos atores da série é indispensável.

Arquivo X

Além de apresentar algumas das principais motivações dos personagens, a primeira temporada mostrou que não são apenas ''homenzinhos verdes'' que os dois agentes perseguem durante suas investigações. Casos de paranormalidade, entidades sobrenaturais, ou fenômenos da natureza, buscam dar uma identidade à série. Entram em cena personagens que fariam parte permanente da mitologia da série como o diretor assistente Skinner, os Pistoleiros Solitários, e o Canceroso. O Garganta Profunda, mentor e informante de Mulder durante a primeira temporada, sai da série no último episódio, onde também é decretado o primeiro fechamento do Arquivo X.

A série foi filmada originalmente nos desertos inexplorados do Canadá, a produção depois foi transferida para Los Angeles. Desde então, o estilo da série tornou-se mais convencional, afetando os índices de audiência. Arquivo X foi cancelado em 2002. Mesmo assim, em 2008, a história foi retomada num segundo filme e em uma nova temporada de seis episódios, em 2016. Mais tarde, o canal FOX anunciou que a série ganharia a 11a temporada com 10 episódios, sendo finalizada logo após.

Bom, eu estou revendo alguns episódios através do Amazon Prime Vídeo Brasil, todas as temporadas da série estão disponíveis. Aproveite. Até mais!
SHARE:

Um comentário

  1. Não vi a série ainda, mas tenho vontade. Gostei da sua resenha sobre a série.

    Bom fim de semana!


    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

Blog Layout Designed by pipdig