Para Ler, Ver e Ouvir.

domingo, 25 de outubro de 2020

Minha Memória de Séries #55 – Supernatural

Seguindo a tradição de combinar um drama sobre personagens com elementos sobrenaturais em séries de sucesso como "Smallville", um novo tipo de emoção surgiu conquistando a audiência numa jornada pelo mundo sombrio do inexplicável em "Supernatural".

Os irmãos Dean e Sam Winchester (interpretados por Jensen Ackles e Jared Padalecki, respectivamente) são órfãos de mãe. Ela teria morrido, de acordo com a história, por conta de uma força maligna. Desde então o pai dos garotos não se cansa de investigar o mistério por trás de sua morte. Enquanto Dean sempre ficou ao lado do pai e colaborou com as investigações sobrenaturais, Sam deixou a casa para entrar na faculdade de direito. O desaparecimento repentino do pai, porém, promove um reencontro entre os irmãos. A partir de então os dois irão se aventurar pelas estradas e darão de cara com uma série de criaturas de um universo paralelo.

Sam Winchester deu o melhor de si para escapar da assustadora história de sua família. Ao contrário de seu irmão mais velho, Dean, Sam rejeitou a obsessiva busca do pai deles para descobrir as forças malignas que tomaram a vida da mãe dos garotos. Colocando a maior distância possível entre ele e sua família, Sam deixou sua casa logo após terminar a escola e foi para a universidade. Sua nova vida inclui uma bela e adorável namorada e planos para entrar na faculdade de direito. Dean, entretanto, tomou um caminho diferente, seguindo seu pai nos "negócios da família". Quando Dean aparece na porta de Sam com a notícia de que o pai deles desapareceu, Sam não tem outra escolha a não ser deixar seus planos pessoais de lado e se unir à Dean na estrada.

Supernatural


Após quatro anos separados, os irmãos novamente reunidos terão que se conhecer novamente, e suas rivalidades familiares continuam à flor da pele. Apesar da estranha infância que compartilharam, esses garotos acabaram tendo pontos de vista bem diferentes sobre o mundo. Dean ainda idolatra seu pai e, embora ele sempre aparente ser arrogante e destemido, na realidade ele é assombrado pelas memórias da violenta morte de sua mãe. Sam era muito novo para se lembrar da terrível em que a mãe deles morreu e nunca aceitou totalmente o assustador caminho que seu pai e irmão seguiram.

Apesar das personalidades opostas, os irmãos Winchester são muito ligados um ao outro e, de certa forma, se completam com suas diferenças. Embora costume tirar bastante sarro, Dean respeita e admira profundamente o irmão mais novo e, principalmente, entende que a dupla precisa de sua seriedade e foco nos momentos mais cruciais. Sam, por sua vez, acaba se deixando levar de vez em quando pela malandragem do irmão e se deixando descontrair. Mas o que importa mesmo é que eles se conhecem muito bem e sabem exatamente quando um vai precisar do outro.

Acredito que assisti algum episódio aleatório de Supernatural em 2006, quando Gugu Liberato (descanse em paz) anunciava como nova atração do SBT nas noites de domingo, e a partir daí não consegui parar de assistir aos episódios, apesar de morrer de medo da série (na época). A emocionante jornada de Sam e Dean Winchester, que tem muita fantasia sombria, envolve o combate a monstros dos nossos piores pesadelos. Eita! Mas essa dupla também vai te fazer dar boas risadas, viu?! A parceria e o afeto dos irmãos. O sentimento de família entre os dois é muito forte e, pessoalmente, acredito que esse seja o ingrediente principal para que o trabalho dos dois dê sempre certo.

Unidos pela tragédia e pelo perigoso e sanguinário trabalho sobrenatural, os irmãos viajam pelas estradas americanas, encontrando criaturas que a maioria das pessoas acreditavam existir apenas no folclore, superstição e pesadelos: o sanguinário Bloody Mary, a brutal besta nativa Wendigo, o homem com um ganho que assombra casais apaixonados e um mortal fantasma viajante que anuncia violentas quedas de avião. Assumindo a cruzada do pai deles, Sam e Dean atravessam as solitárias e misteriosas estradas dos EUA num Impala 67, caçando cada criatura sobrenatural e maligna que eles encontram pelo caminho.

Sobrenatural realiza o difícil truque de contar histórias apocalípticas a sério, mas sempre ciente do absurdo do tema. Em um mundo em que o fantasmagórico só costuma ser derrotado pela classe média, é refrescante ver dois heróis da classe trabalhadora botando pra quebrar e curtindo rock clássico. Outro ponto importante na série, sua trilha sonora recheada do rock clássico. Em 2020, Supernatural se despede definitivamente das telinhas em sua 15a temporada. Os Irmãos Winchester marcaram minha adolescência e certamente irei curtir o episódio final. Até mais!

SHARE:

Um comentário

  1. Não tive oportunidade de ver essa série ainda, mas estou curioso.

    Bom fim de semana!


    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

Blog Layout Designed by pipdig